terça-feira, maio 03, 2005

UMA MUITO SUBTIL DIFERENÇA...

Um velho mecânico está a terminar a afinação do motor de um BMW. Nisto entra
na oficina o dono do carro, um cirurgião cardiologista muito conhecido.
— Bom dia, senhor Joaquim! Então, esse motor está pronto?
O mecânico vira-se para o médico e diz-lhe:
— Bom dia, doutor! Está mesmo quase. Já agora, posso fazer-lhe uma pergunta?
— Claro que sim...
— Deite uma espreitadela neste motor. Eu desmonto-o, abro-lhe o coração,
tiro-lhe as válvulas, conserto tudo, fecho-o, monto-o outra vez e volta a
trabalhar como se fosse novo!
Então porque é que eu ganho tão pouco e o senhor tanto, visto que o nosso
trabalho é quase o mesmo?
Ouvindo isto, o cirurgião sorri, inclina-se e diz baixinho ao ouvido do
mecânico:
— Tente fazer isso tudo com o motor a funcionar!