segunda-feira, dezembro 31, 2012

Economia caseira


Esperemos que esta não passe a ser o trabalho...

BOM ANO NOVO!

3 comentários:

Maria Eduardo disse...

Olá Amiga,
Esperemos que esta praga não prolifere pois já há desgraças a mais!
Beijão Amiga
maria eduardo

António Manuel - Tómanel disse...

Neste primeiro dia do ano de 2013, fiz gosto em visitar a sua página e aqui deixar-lhe uma mensagem de esperança e ao mesmo tempo dizer-lhe que, com regularidade, passarei por aqui ao longo do ano.
Um abraço cá deste "nosso" Algarve - Portugal.
http://umraiodeluzefezseluz.blogspot.com

SOL da Esteva disse...

DAD

Se, depois da antiga emigração, havia uma economia real para as gentes e para o País, será que, pelo recente aconselhamento político (Já não estamos em Guerra... da tal que , diziam, fazia fugir gente para França) iremos ganhar algo?
É que os desgraçados que construirem em Portugal pagam o IMI a dobrar (ou mais) e não veem ninguém a pegar nos cornos para "tocarem" a besta da "Caseira" Economia.
Logo, os dinheiros, ficam pelas Franças e Suissas, e, por arrastamento, as gentes que vão despovoando a nossa Terra.

Falta-nos a visão do D. Dinis... o Povoador (para quem não saiba).



Beijos



SOL