terça-feira, setembro 16, 2008

A noite, às vezes... é assim...???

Inventando noites sem luar
em que o luar assustado se queda pelas esquinas,
falo dos medos, dos segredos,
das noites em que nos sentimos sozinhos...
em que percorremos caminhos de angústia
em que sentimos que já não estamos por aqui...
que vamos pertencendo a outra dimensão
onde o medo já não existe,
onde já não nos sentimos tristes
nem cobertos de ilusões inúteis
que só nos provocam medos,
segredos que guardamos para nós...
sempre que nos sentimos,
assim...tão sós!
Dad