sexta-feira, dezembro 07, 2007






Os direitos humanos e este mundo

O Dia Universal da Declaração dos Direitos Humanos comemorado no dia 10 de Dezembro emergiu no século passado e conseguiu estabelecer e codificar um amplo espectro de direitos políticos, económicos e sociais, deixando a este século a tarefa de zelar pela sua completa aplicação.
A linguagem dos direitos humanos passou a fazer parte da agenda política diária: os governos julgam-se mutuamente e os programas de fornecimento de ajuda levam em conta os comportamentos nesse campo; as Nações Unidas decidem arriscadas operações em seu nome e as organizações que fazem a sua defesa multiplicam-se em todo o mundo.
No entanto, basta um olhar aos jornais para se comprovar que há poucos motivos para ilusões sobre a possibilidade do homem se mostrar algum dia mais humano com os seus semelhantes.
Guerra, fossas comuns, repressão política brutal, selvagens guerras civis, escravidão de dezenas de milhões de crianças no mundo e a morte, ano após ano, por fome e doenças, de milhões de pessoas de todas as idades.
Segundo a Amnistia Internacional, um em cada três governos empregam a tortura para silenciar a oposição política fazendo com que os direitos estabelecidos na Declaração Universal sejam mera promessa de papel.
Nessa situação, a Declaração poderia ser descrita como uma lista de boas intenções, sustentada por uma série de convénios, salvaguardados apenas por sanções morais e "carente de poder efectivo".
A Declaração deu lugar a uma quantidade de protocolos, convenções, comités e grupos de trabalho, "mas temos poucos mecanismos efectivos para proteger os direitos humanos", segundo os analistas.
A Declaração Universal dos Direitos Humanos foi uma consequência directa dos horrores da Segunda Guerra Mundial e da era de ditadores que a precedeu.
Os pioneiros centraram-se na luta pela abolição da escravatura, pela mitigação dos sofrimentos da guerra e na defesa do voto feminino. O movimento sindical lutou, com êxito considerável, pelo reconhecimento dos direitos dos trabalhadores.
Com a divisão do mundo em dois blocos antagónicos durante a Guerra Fria, os direitos humanos foram sacrificados frequentemente em território da "real-politik".
No entanto, o movimento dos direitos humanos como expressão da sociedade civil obteve um impulso na década de 70 com o surgimento de grupos na Ásia, América Latina e Europa do Leste, mas infelizmente continuam situações perfeitamente insustentáveis, neste nosso mundo.
O Sam aqui linkado, desafiou-me para publicar um post sobre o assunto, na contagem decrescente até ao dia 10. Correspondi pois como ser humano, mulher e cidadã do mundo, amanheço diariamente com os ecos das violações dos direitos e das oportunidades a todos os habitantes deste mundo, meus irmãos, vivam eles onde viverem.

Apesar deste ano se ter badalado muito e trabalhado o possível, neste País, contra as desigualdades, importa actuar como Sophia de Melo Breyner dizia:
“Vemos, ouvimos e lemos, não podemos ignorar”…
Não ignore, aproveite o espaço do seu blog para ajudar a fortalecer esta necessidade de justiça. Ninguém se poderá sentir bem no aconchego da sua casa e da sua família, sabendo de todas as atrocidades que diariamente, a toda a hora, acontecem neste mundo.
Vamos todos badalar esta situação em contagem decrescente até ao dia 10 de Dezembro?

Estou certa que sim!
Obrigada a todos por nos escutarem!




“A Terra é um só País e a Humanidade os seus cidadãos”
Bahá’u'llah

5 comentários:

Paula Raposo disse...

Constantemente violados os Direitos Humanos. Atrocidades que me deixam sem palavras. Um beijo para ti.

SAM disse...

O pior mesmo é que, apesar de estar na "real politik", a política não é real!

Discutem-se e perdem-se as realidades dos humanos, nos corredores da economia: essa, sim, a real política.

Obrigado pela participação!
Bjs.

Renata disse...

“A Terra é um só País e a Humanidade os seus cidadãos”

Puxa, isso resume tudo de maneira brilhante!!!!
parabéns pela participação!

Fábio Mayer disse...

Infelizmente é uma verdade,o mundo ainda está muito longe da plenitude dos direitos humanos para todos.

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,