quarta-feira, março 21, 2007

Em dias de (des)esperança...

Ter olhos e já não ver
Ter ouvidos, não ouvir
Do que tenho para dizer
Nem sei o tamanho do discurso
Os dias vão correndo o seu curso
Desmaiando nas esquinas do medo.
Das ruas que percorro por aí...

Aprendi a linguagem das aves e das flores
Dos trinados do vento, sei escutar os zunidos
E entender as palavras.
Sussuros de outras eras
Em que eu, menina,
Aguardava da vida aquilo que ela não me deu
Já me revoltei, já amei, já desesperei,
Hoje acho que estou mais tranquila
E sem revolta
Na volta da vida, tudo vai passando…
Até quando?

27 comentários:

Blue Lady disse...

Dia da poesia...

Bonito.

Um abracinho daqui,

cantor disse...

olá!

Há muito tempo que não passava por aqui.

Tempo a menos e perguiça a mais.

Gostei do poema.

Até sempre!

Um abraço amigo,

Lua disse...

Um bom dia, cheio de poesia, é o meu desejo.

Vi o anúncio do jantar e também publiquei no meu blog. É uma iniciativa interessante.

Vou ver se poderei ir.

Um beijinho,

Catarina disse...

Obrigada pelas visitas ao meu blog.

Gostei de aqui vir e do que li.

Infelizmente não poderei conhecê-los no jantar pois não estou cá.

Ficará para uma próxima oportunidade.

Um beijinho,

Mariana disse...

Olá!

Através de outros blogs, cheguei aqui e fiquei espantada por estar lincada no seu blog. Será que a conheço? Penso que não.

De qualquer forma, gostei de a visitar e peço-lhe o favor de passar pelo meu blog. Sou nova nisto e preciso de algum incentivo.

Gostei do que li por aqui.
Também tem belas imagens.

Com amizade,

O Micróbio II disse...

4 anitos... lá pelo Micróbio! :-)

ZéZé disse...

Há muito que não fazia a visita ao teu blog. gostei muito deste poema emocionei-me quando isto me acontece, gosto, gosto mesmo.

Um grande beijinho Zézé

Paula Raposo disse...

Adorei este poema, Dad!! Beijos.

yavehator disse...

Frases feitas do que vos digo, mas neste caso, só consigo dizer...que as experiências são como as marcas do pregos nas tábuas, podes tirar os pregos, mas ficaram os buracos.
Linda mensagem.

Friedrich disse...

Adorei mais as palavras do que o poema, mas um não poderá dissociar-se do outro, assim como não poderás nunca fugir do passado que já foi presente e agora sobram as mágoas de um futuro incerto e inacabado.
., . - . - , _ , .
.) ` - . .> ' `(
/ . . . .`\ . . \ Ofereço-te este rosa sem espinhos
|. . . . . |. . .|
. \ . . . ./ . ./
.. `=(\ /.=` toda perfumada
.... `-;`.-'
......`)( ... , para aromatizar
....... || _.-'|
........|| \_,/o teu Final de Semana...
........|| .*´¨)
¸.•´¸.•*... ¸.•*¨)
(¸.•´ (¸.•` *
*´¨) мιℓ вєιנoѕ♥*♥
¸.•´¸.•*... ¸.•*¨)
(¸.•´ (¸.•` **♥*♥

augustoM disse...

Dad é urgente colocarmos a morada no blog do jantar.
Um beijo. Augusto

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

Já tinha saudades de passar por aqui e de te ler.
beijinhos

entre linhas disse...

Gostei do que vi aqui,daí deixar o meu cunho,espero voltar mais vezes.

Os olhos sentem a poesia tal como o coração sente o amor.

Bom Domingo

Bjs Zita

Janine Bettencourt disse...

Gostei muito... a calmia do que transmites... a revolta que escondes... subentendida...
Abraço,
Jana

Pepe Luigi disse...

Em princípio vou eu mais a minha mulher ao jantar.
Já sei que é no CNG na Parede (onde eu moro) e que é no dia 14 de Abril.
Diga-me como e onde poderei fazer a minha reserva.
Obrigado.

Um beijinho
do Pepe.

A Rapariga disse...

Como uma cega, agora, vagueio na memória
tacteando os frágeis muros que me separam do passado

e adiante?

Elfo disse...

Sonhei-te
E isso fez-me mal
Por isso se te voltar a sonhar
Ponho o relógio a despertar
Pra que te não volte a conjugar
No pretérito perfeito do verbo amar.

entre linhas disse...

Quero agradecer o convite,mas estou impossiblitada devido a motivos profissionais.

Tem um blog muito engraçado, o poema transmite calma...
Trabalho num ramo ligado ao turismo.

Boa semana

Bjs Zita


Ps.Vivo em Sines

Isa&Luis disse...

Olá,

Belo poema! Gostei muito de te ler.


Beijinho

Isa

augustoM disse...

Dad
Penso que estão asseguras pelo menos 50 inscrições. Se o restaurante ficar reservado só para nós, qual era a hora, mais cedo possível, que se podia combinar a concentração antes do jantar? Não sei se têm bar, mas era interessante, conversar e conhermo-nos uns aos outros antes de começar a jantar. E o jantar seria a que horas?
Um beijo. Augusto

filho disse...

belas palavras, dad.
sempre.
bjim.

Professora disse...

Adorei o blog é muito giro com palavras maravilhosas, de certeza que venho mais vezes visitar-vos.
Obrigado pelo convite mas eu sou de muito longe e torna-se impossivel para mim a deslocação. Quem sabe um dia em um sitio mais dentro de Lisboa.
Obrigado pela vossa atenção

Vera Carvalho disse...

É bem verdade,a volta da vida faz com que tudo passe! Passei por cá para deixar um abraço de agradecimento e gostei do que li!
Um abraço!

alma disse...

A quien dice que la magia está en darse cuenta de todos esos pequeños detalles que dan sentido a la vida

Ruiva disse...

Olá!

Tenho pena mas não poderei ir ao tal jantar. ~Ficará para uma outra vez...

Beijito,

dmc disse...

Ainda que o tempo vá passando, que bom é que não se quebrem as cordas da lira para que continuemos a cantar a vida!

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,